domingo, 7 de maio de 2017

Palavras desaparecem, as ações, os gestos é que
realmente contam.
(No mundo da Luna - Carina Rissi)
Talvez esse anos todos procurando entender poque nunca deu certo eu nunca tenha de fato reparado direito.
O erro nunca foi deles, dos namorados que tive, e que de uma forma ou outra sempre iam embora.
O problema sempre fui eu.
Pena ter aprendido isso tarde demais: eu que nunca fui o bastante pra ninguém.
E talvez ainda não seja.



Quem quer fazer da um jeito.
Arruma tempo.
Arruma lugar.
Esquece as manias.
Esquece o orgulho.
Esquece tudo e simplesmente faz.


quarta-feira, 3 de maio de 2017

Frustração.
Palavra que anda aparecendo muito frequentemente no meu dia a dia...
Fico me perguntando qual a dificuldade em simplesmente falar as coisas...

domingo, 23 de abril de 2017

sábado, 25 de março de 2017

Eu digo pra mim mesma que é um dia por vez, mas é muito mais fácil
dizer do que fazer. Especialmente quando esses dias se transformam em
noites, e eu tenho que deitar na minha cama sozinha, escutando o silêncio.

(O lado feio do amor)
Talvez um dia eu aprenda a não esperar tanto dos outros.
Mas até esse dia chegar eu fico aqui me perguntando quando vou ser boa o bastante para alguém.